Contraditorium

não, não é do blog do cardoso… é contraditorium do contradizer, que contradiz a algo que você contradisse

s. f.,
acto de contradizer;
objecção;
afirmação contrária;
contestação;
incoerência entre os actos e as palavras;
Filos.,
oposição entre duas preposições, uma das quais exclui a outra;
espírito de -: espírito da pessoa que habitualmente faz objecções a tudo;
Lóg.,
princípio de -: uma proposição não pode ter, simultaneamente, o valor de verdade e o valor de falsidade.


Como nosso sentimento trabalha em contradição? Ou como entendemos e contradizemos aquilo que contradiz ao que dizemos?

Como entender o que não é explícito e nem entendido?

Como fazer e deixar ser feito, da própria vontade? Há vontade?

É bom gostar, ser gostado e isso não quer dizer que não há contradições… aliás, as contradições geram desentendimentos e conflitos que são entusiasticamente necessários para a sobrevivência dos princípios de relacionamento do homem: a conquista .

Como conquistar ou reconquistar o que se desconhece? Re-lutar como se tudo fosse a primeira vez… um subterfúgio para sentir os lábios mais uma vez.

E no que se contradiz aquilo que pensei? Ainda não sei.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s