Animamundi 2007

Mais um ano de animamundi! Esse ano só consegui ir na quinta-feira (12/07) e peguei 3 sessões de curtas. Comparado ao ano passado, as animações parecem muito mais melancólicas e dramáticas… muitas pirações, discussões e alusões que vão muito além do que vemos na tela. Ainda assim, gostei mais dos curtas bem humorados =D.

Na primeira sessão que assisti (curtas 4) o Meme Les Pigeons Vont au Paradis foi o primeiro que me impressionou… não só por eu ser um apaixonado por 3D, mas pelo roteiro e o toque de humor, em uma história teoricamente dramática, de um padre que tenta salvar a alma de um velhinho. O curta foi bem bacana, muito bem feito tecnicamente falando, e com uma bela iluminação e fotografia (ou seria um belo ‘camera view’ ou ‘omni’ renderizado? rs).

Wanted também não fica pra trás… utiliza uma técnica diferente do 3D, e é muito mais satirizado e caricato. O francês Cocotte minute lembra muito as sacadas alá dreamworks e pixar… muito bom também.

Partindo para o curtas 12, se inicia uma história que não me prendeu nem um pouco a atenção… com a técnica pixelation, um monstro, boneco ou sei lá o que era, feito de areia é ume espécie de senhor dos sonos.. que… bom.. é um curta de 10 minutos que cansa muiiiito… e não quero ficar falando dele aqui. Após passar pelo próximo curta, o devoção, eis que vem a estrela da noite, imho: No time for Nuts… simplesmente fantástico! Pra quem se lembra, é um curta com aquele Scrat, o esquilinho do filme A Era do Gelo, que vive atrás de sua nóz. Dessa vez nosso bravo esquilo encontra uma máquina do tempo e, com muita criatividade, ele se depara com várias situações em épocas diferentes.. junto a sua nóz, claro. (ok, a história parece manjada.. mas me cativou, me fez dar boas risadas e utilizou o melhor da técnica 3D… ).

Após alguns boas curtas, a sessão acaba com Frattini brincando com a questão da guerra no mundo, e a suposta guerra contra ETs.. engraçado, gostoso de se ver e com ilustrações bem simples em 2D.

Por fim, a sessão das 10hrs, o curtas 5. Uma das sessões que senti mais o clima “down”.. não que seja ruim, mas não esperava que fosse assim…comparado a primeira sessão que vi. Um dos filmes que não me agradou muito visualmente, mas que tinha uma mensagem muito forte foi o Radio Kebrle.. que é a história de um garotinho que sai em busca de seu avô, contada pelo Fred Brunold, um radialista. Fica clara a mensagem em relação a manipulação da mídia e da “máscara” utilizada pelo rádio… tudo muito louco..

O fraquiiiiissimo The Act, com uma história manjadissima, utilizando técnica de pincel foi um dos últimos da sessão, que não foi das melhores em geral.

Bom… minha próxima parada é a Premiação, que acontece no domingo. Vou torcer pelos que comentei (bem) aqui. =D

fontes:
www.animamundi.com.br
http://www.tichysyndikat.cz/index.php?s=Moje-malickost
http://www.buf.fr/WORK/index.php?class=Feature&year=2006&id=817#P817

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s